A ocasião era a celebração do aniversário da RM. À data e hora marcada lá se juntaram os amigos e começou a festarola. O local escolhido pela aniversariante foi o Ginjal do Porto, ali mesmo no início da Rua do Bonjardim, onde esta se cruza com a Rua de Gonçalo Cristóvão, onde se encontra o edifício do Jornal de Notícias (passe a publicidade).

Estava reservada para o grupo de (à volta de 20) comensais, uma sala privada, no andar de cima daquele restaurante da Baixa portuense. O Ginjal do Porto é um espaço pleno de carácter. As paredes são forradas a livros de escola de outros tempos, desenhos a carvão e rolhas, muitas rolhas. A decoração é à moda antiga e de muito bom gosto, o que confere àquele estaminé um aspecto de casa típica tripeira, que resitiu aos tempos e aos ventos.

Subidos ao andar de cima, à sala privada que nos havia sido reservada, já nos esperavam as entradas: cestos de pão e pratos adornados  com bola de carne (talvez a entrada mais saborosa, baixinha e de aspecto diferente da bola de carne mais comum), folhados de salsicha (com massa folhada, cozida de demais, a mais e salsicha a menos), peixinhos da horta, azeitonas e um paté que não sabia a nada mais que alho e maionese.

[adrotate banner=”11″]

Ginjal do Porto | Rolo à Ginjal
Rolo à Ginjal

A ementa já era do conhecimento dos comensais, que tiveram a oportunidade de escolher o que iriam comer dias antes do evento. As opções disponíveis eram Bacalhau com Natas, Rolo à Ginjal, Lombo Assado, Bifinhos com Cogumelos, Postinhas de Pescada Assada e Salada à Ginjal. As opiniões em relação ao bacalhau dividiram-se entre o “excelente” e o “nada de especial”, sendo de destacar o sabor vincado a noz moscada. A pescada não mereceu especiais reparos ou louvores e os restantes assados (lombo e rolo) pecaram por já terem sido cozinhados há algum tempo e terem sido servidos requentados, o que se traduziu em alguma secura da carne. Os bifinhos com cogumelos foram servidos com o tradicional molho de natas e também não encheram o olho. De salientar que, se a qualidade deixava algo a desejar, o mesmo não se pode dizer da quantidade, dadas as porções generosas que nos foram servidas. As saladas mistas (alface e tomate) foram servidas alguns minutos após os pratos terem aterrado nas mesas, o que, pessoalmente, vai contra a minha preferência de comer a salada antes do prato principal. Apenas de referir também que ninguém optou pela Salada à Ginjal.

Os Carapaus decidiram regar o repasto com vinho verde da casa (bem fresco), que não desagradou. Havia também sangria tinta que não teria um sabor muito tradicional e talvez fosse algo doce, não sendo no entanto desagradável.

[adrotate banner=”11″]

Ginjal do Porto | A Decoração
A Decoração

O que se seguiu à parada de pratos principais foi o inevitável bolo de aniversário, muitíssimos saboroso, proveniente da Pastelaria Santiago, perto do Padrão da Légua (vejam o aspecto nas fotografias presentes na galeria, no fim desta Posta). Já ninguém teve barriga para sobremesas extra e fechámos a contenda com café.

É de realçar a eficiência, paciência e simpatia de quem serve no Ginjal. Fomos muitíssimo bem recebidos, tratados e servidos desde que entrámos, até abandonarmos o estaminé. No final das contas, coube 15€ a cada um, o que, nos dias que correm, nos pareceu bastante barato para um jantar de fim-de-semana.

É sempre difícil ficar com uma impressão fiel sobre um restaurante quando se trata de refeições com grupos grandes, visto que, normalmente, a qualidade dos cozinhados sofre sobremaneira e pode não reflectir o nível habitual daquilo que sai da cozinha dos estaminés. Embora não tenha sido uma refeição de deixar saudades ao exigente bucho de Carapau, não é de excluir uma segunda oportunidade ao Ginjal do Porto, numa outra incursão, para podermos aferir da real qualidade dos seus cozinhados.

Obrigado por este bocadinho.

Abreijos para todos!

Ginjal

Morada: Rua do Bonjardim 726, Porto
Telefone: 222 016 257
Horário: Seg a Dom – 11h00 às 23h00
Aceitam reservas? Sim

No Zomato
Click to add a blog post for Ginjal on Zomato
Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
E vocês, já experimentaram o Ginjal? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.