Ora vamos lá a despachar isto bem depressinha que a coisa vai ser penosa – e conta-se em meia dúzia de linhas. Antes de mais, permitam-nos que vos situemos: o Furusato fica onde outrora existiu o Delicious Wok, a que sempre chamámos “armazém de comida asiática” – a coisa era monstruosa de grande, ficava de facto num antigo armazém e perdia por isso. A comida, no entanto, não sendo brilhante, era agradável, e havia uma oferta de quentes muitíssimo generosa.

[adrotate banner=”11″]

O Furusato tem três qualidades que lhe possamos apontar: passou de armazém-frio-e-sem-ambiente a uma coisa-mais-aconchegadinha-e-simpática, tem funcionários amistosos, que falam e percebem português e, sobretudo, um genial gestor ou gestora de conteúdos na página de Facebook, que tira fotografias óptimas e não se esquece de nos recordar que existe, muitas vezes ao dia. E pronto, de qualidades é isto.

O choque começa, desde logo, quando passamos de uma espécie de salinha de estar que existe à entrada (e já lá estava no tempo do Wok) e entramos na sala de refeições: a imensa mesa com o buffet que imagináramos a partir (lá está) das tais fotografias publicadas no Facebook resume-se a duas coisas mínimas, uma com compartimentos de frutas (e azeitonas e salada russa, a despropósito), outra com comida oriental (massas, chop suey, porco agridoce, crepes e tal). A meio de ambas, uma mesa mínima, com aquilo que nos pareceu uma anedota em termos de quantidade de peças de sushi e um dístico genial, a solicitar que cada cliente use apenas um par de pauzinhos (?!).

Como se imagina, quando as peças de sushi são repostas, voam – ao menos numa primeira visita à mesa do buffet, porque nem a mim, que sou perita em comer nos Sabor Frescos e Tokyos (da Senhora da Hora) desta vida, aquilo agradou de forma a que me apetecesse repetir. Repare-se: percebo perfeitamente que não posso esperar uma qualidade extrema de um espaço que me cobra 7,50€ por 30 peças, como o Tokyo – onde, de resto, tenho sido muito feliz com o que como. Mas o sushi no Furusato é anedótico de mau: até o arroz é péssimo e mal cozinhado, com goma em excesso. A diversidade praticamente não existe e originalidade é termo que não mora ali.

Normalmente, quando se trata deste tipo de sítios, a malta tem sempre a hipótese de se virar para a comida chinesa, mas nem isso. Os crepes eram maus, tudo quanto implicava polme (o porco agridoce ou as rodelas de lulas) era mole e desenxabido, os dois pedaços que tentei comer de porco eram nervo puro (devem comprar as aparas dos talhos, só pode), as massas estavam passadas e não tinham personalidade e até o arroz chao chao foi uma desilusão.

Como se trata de coisa em regime de buffet (cafés e bebidas à parte mas sobremesa inclusa), atirámo-nos às fritas e afins, com a esperança de que talvez ali pudéssemos ter alguma experiência boa. Não aconteceu: as líchias eram de lata, os morangos estavam saturados de açúcar (!), o abacaxi sabia a água e o que parecia ser um leite-creme era apenas um pudim de pacote, de que só consegui comer uma colher (e eu sou uma papa-doces, assinale-se). Quando quisemos café, não só tivemos de levantar o rabo para o ir tirar da máquina Nespresso, como depois percebemos que estávamos a pagar 1,50€ por unidade.

[adrotate banner=”11″]

Ou seja: fomos conhecer e adorávamos poder voltar a um sítio onde comer o que nos apetecesse por 7,90€ (fora as bebidas) fosse um prazer, ainda que não um êxtase. Não só não foi como a experiência se revelou penosa e não voltaremos nem aconselhamos, de todo (de resto, estava um casal de cinquenta e tal anos a provar sushi, pela primeira vez, e só me apetecia levá-los pelo braço dali para fora). Mas continuamos a bater palmas ao gestor de conteúdos contratado – é que sim senhores, ele convence a malta de que ali vai mesmo haver bons apetites.

Furusato

Morada: Av. D. Afonso Henriques 1460, Matosinhos
Telefone: 223 210 867
Horário: Não conseguimos descobrir.
Aceitam reservas? Sim

No Zomato
Click to add a blog post for Furusato Asiático on Zomato
Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
E vocês, já experimentaram o sushi do Furusato? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!

Similar Posts

6 Comments

  1. Boa tarde.
    Após ler o comentário acima informo que lamento o sucedido. Iremos verificar se o mesmo se está Mesmo a passar no restaurante. Obrigado

    1. Olá, Miguel.
      Não sei se estamos a falar com um responsável pelo restaurante mas agradecemos o cuidado.
      No dia em que lá fomos, as coisas foram tal qual as descrevemos e não nos agradaram minimamente.
      Fazemos votos para que o serviço e a oferta possam melhorar, todos ganharíamos com isso.
      Obrigados nós.

  2. Era para lá ir, assim já não vou, obrigada. Quanto ao tokyo, não me parece que estejamos de acordo, já comi lá e a apesar de não ser mau para o preço, existe bem melhores dentro desse mesmo valor, o problema é mesmo a esquematização do espaço e a variedade que não é nenhuma, mudar os toppings que cobrem o sushi para mim não é variedade. Obrigada gosto imenso do vosso projeto!

    1. Não sei de que Tokyo estamos a falar, Diana.
      Se for do da Av. da Boavista, a nossa experiência já é muito antiga e aconteceu num dia determinado.
      Não fazemos ideia de como está agora, sendo que deixámos de lá ir (mesmo ao take-away, que dava um jeitaço) porque a qualidade decresceu e os preços aumentaram sobremaneira.
      Acredite (como verificará por outras postas sobre estaminés de sushi de que fomos dando conta) que o conceito de variedade, para nós, também não é esse. :)
      Obrigada, volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.