Francesinhas Yuko Tavern

Francesinhas

Yuko, a Taberna da Areosa

14 Mai , 2012   Galeria

Jantar entre amigos a meio da semana é do melhor que há. Põem-se em dia as vidas, quebra-se a rotina e cultiva-se os elos que nos vêm unindo ao longo dos anos, mesmo que não seja preciso. Aliás, não se cultiva por necessidade. Antes, pelo prazer de ver amizades crescerem e perdurarem ao longo das vidas. Este foi um desses jantares. Tive como companhia a AC e escolhemos a Yuko Tavern, estaminé que conheço muitíssimo bem, há anos, e do qual sou fã, devo confessar. Aproveitando esta ida, decidi escrever esta crónica e falar-vos deste sítio que, pelo que vos vou contar, vale a pena visitar.

[adrotate banner=”11″]

A Yuko Tavern delicia ainda antes da primeira garfada. É um espaço acolhedor, cheio de carisma, casa antiga, com decoração a fazer lembrar tempos idos, os da lavoura manual. As paredes, em pedra, estão repletas de ferramentas antigas, que emprestam um aspecto rústico ao estaminé. A simpatia de quem ali trabalha não deixa ninguém indiferente. Têm sempre um sorriso aberto para quem ali vai e uma piadola pronta para abrir um sorriso a quem frequenta a Yuko Tavern.

Francesinhas Yuko Tavern | A Sala Principal

A Sala Principal

Embora a ementa, não sendo extensa, tenha vários pratos, a minha escolha recai sempre sobre a francesinha e esta vez não foi excepção. A francesinha é de tamanho bastante generoso, o molho bem feito e picante q.b.. Fazem também meia francesinha para quem tiver um apetite mais pequeno e fazem-na também com pão saloio, para quem preferir. A carne usada é de qualidade e tem também presunto. O que poderá desencorajar alguns apreciadores da sanduiche portuense, será a inclusão de salsicha de lata na sua confecção. As batatas fritas são caseiras e nunca, das inúmeras vezes que lá fui, me pareceu que fossem fritas em óleo bastante usado, como se vê noutros estaminés. O molho vem em terrina com tampa e é normalmente anunciado como “arroz de feijão” pelo divertido staff.

Escolhemos sangria tinta para acompanhar o banquete e posso-vos dizer que é de qualidade. Não é demasiado doce e tem uma quantidade e variedade de fruta assinalável. Os copos vêm munidos de colher para que se possa comer aquela fruta toda.

[adrotate banner=”11″]

Pela primeira vez comi sobremesa neste espaço. E em boa hora. Escolhi uma mousse mista (de chocolate branco e preto) que estava deliciosa. A AC comeu baba de camelo que também não ficou atrás em sabor. As sobremesas são todas caseiras. A incursão ficou por cerca de 19€ a cada comensal.

A Yuko Tavern está aberta das 19h à 1h e é, portanto, um espaço para jantar ou para petiscar um pouco mais tarde que o habitual. O

Francesinhas Yuko Tavern | A Sangria

A Sangria

estacionamento poderá ser dificil e é feito na rua. Os fumadores não ficarão satisfeitos por saber que não há espaço para eles na Yuko Tavern e pode ser bastante desagradável fumar no exterior, em dias de chuva. Sugiro que se faça reserva antecipada em qualquer dia da semana que queiram visitar este estaminé. A casa enche rapidamente e a espera poderá ser demorada.

Recomendo fortemente uma ida à Yuko Tavern, pela francesinha e, estou seguro, pelos outro elementos da ementa.

Obrigado por este bocadinho.

Abreijos para todos

Yuko Tavern

Morada: Rua Costa Cabral 2331, Porto
Telefone: 225 482 291
Horário: Seg a Sáb – 19h00 à 01h00
Aceitam reservas? Sim

No Zomato
Click to add a blog post for Yuko on Zomato
Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
E vocês, já experimentaram Yuko Tavern? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!
The following two tabs change content below.
Alexandre Vicente

Alexandre Vicente

Online Strategy Director at The BiZ Weavers
Homem barbudo que fala de tudo.
Alexandre Vicente

Latest posts by Alexandre Vicente (see all)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


8 Responses

  1. […] é uma insanidade, já que o Brasão (restaurante/cervejaria com muita pinta, dos mesmos donos do Yuko e do Paparico, e aberta há uns meses ali mesmo entre a Rua do Almada e os Aliados) é estaminé […]

Deixar uma resposta