Portarossa | Comida Italiana | Porto | Carapaus de Comida

Comida Italiana

Portarossa | Porto

20 Nov , 2015   Galeria

Se do passeio só se vê um letreiro néon com o nome do Portarossa, em que é fácil não reparar, sobretudo de dia, basta passarmos a entrada para nos sentirmos em espaço simultaneamente acolhedor e cosmopolita. Cá fora, uma esplanada com uma luz encantadora, convidativa num Outono ainda quente; dentro, uma decoração entre o simples e o estilizado: bons materiais e alguns toques de requinte (daquele sem esforço) diferenciadores são o elo de ligação entre as várias salas, sendo que ficámos na última – tanto quanto percebi, a maior -, que é a que tem ligação para a tal esplanada que invejei.

Reserváramos de véspera, na aplicação The Fork, que é muitíssimo prática, e tivemos a sorte de ainda ter lugar, já que o dia pretendido era uma sexta-feira. Simultaneamente, a mesa que nos guardaram era num dos cantos da sala, o que nos proporcionou assento nos sofás encastrados, mais do que confortáveis. A luz, pese embora não seja a melhor para as nossas fotografias iphonianas, é perfeita para um jantar de final de semana, em que os sabores e a conversa se misturam sem horas – o mesmo para o serviço, simpático e diligente sem ser maçador.

Propriedade de Vasco Mourão, o homem-forte da restauração portuense que possui pesos-pesados da gastronomia de que se desfruta na Invicta, como o Cafeína, o Terra ou a Casa Vasco, o Portarossa não engana: temos comida italiana, sim senhores, e da boa, vou já adiantando – falo de (modesta) experiência feita, porque foi a segunda vez que ali jantei.

Curiosamente, se, aquando da primeira visita (há um ano e picos), o couvert não deslumbrou (havia azeitonas, pasta de azeitonas – o que nos pareceu redundante – pão pouco fresco e azeite com um fundo de vinagre), desta feita, mantendo a simplicidade, a coisa soube lindamente: claro que se mantiveram as azeitonas boníssimas, o azeite com vinagre para molhar o pão, o cesto com pão de mistura e gressinos e, a estrela da companhia, um prato com um fundo de azeite e pão ligeiramente tostado e grosseiramente partido, salpicado com flor de sal – é que nos soube mesmo bem, esta coisa super-simples (mais uma daquelas que digo que é tão bom que reproduzirei em casa, embora toda a gente saiba que nunca o faço).

Para beber, optámos pela sangria de vinho tinto (e devo dizer que o preço do jarro de sangria é agora menos escandaloso, porque desceu dos 22€ para os 18€) e como pratos principais só vieram pizzas para a mesa: as pastas também lá moram (e ainda fizeram balançar o TD), mas foram as pizzas que nos chamaram a atenção da primeira vez (porque foi sobre elas que havíamos lido mais elogios) e eu não estava disposta a mudar de clube.

Há um ano, fui aconselhada pela CP (olá, miúda, se estiveres a ler isto!) a provar a  Pizza de Cogumelos Trufados, que me caiu de tal modo no goto que a aconselhei ao TD desta feita – e devo dizer que também ele  a achou fantástica (só por ela, o Portarossa merece visita!). Quanto a mim, fiquei com a de espargos e ovo, também ela saborosíssima. Todas têm tamanho avantajado e a vantagem de serem de massa tipicamente italiana, finíssima; já os ingredientes, muitíssimo saborosos e usados com conta, peso e medida (e a parcimónia difícil de encontrar, por cá). De destacar a eficiência do serviço: nunca tivemos de encher os copos de sangria ou de água, sendo que a funcionária que o ia fazendo primava pela discrição e jamais nos pareceu intrusiva.

Já algo cheios mas sem sermos capazes de prescindir da ideia (e da concretização) de um doce, lá veio a Pavlova com Mascarpone e Mel para mim (deliciosa, esta conjugação de sabores – e eu nem sequer sou fã de mel) e a Musse de Chocolate com Espetada de Frutas para o TD – que era uma coisa gira, mesclada de pedacinhos de suspiro, mas pecou pela espetada de fruta: o kiwi estava demasiado verde e duro mas, curiosamente, a bola de melão era bem saborosa (já não estamos bem no tempo do melão, pelo que se perceberia o contrário.).

No fim das contas, a conclusão é a de que, não sendo o Portarossa um espaço a ir todos os dias, só porque a brincadeira ficou por 29€ por estômago, é daqueles que valem mesmo a pena – de resto, nenhum de nós sentiu que o valor fosse excessivo, não só porque estivemos alapados das quase 21h00 até depois da 1h da manhã (como se estivéssemos em casa), porque o ambiente é convidativo, mas também porque nos foram proporcionados muitíssimo bons apetites – e, a esses, jamais resistimos.

 

Portarossa | Porto
4.4 Carapaus
4.5 Cardume (1 voto)
Positivos
  • O espaço acolhedor
  • a esplanada
  • as pizzas
  • o ambiente
  • Negativos
  • O couvert pouco variado
  • Resumo
    Gastronomia italiana a bom preço, num local charmoso e onde sabe bem estar, a comer e beber com todos os vagares.
    Serviço4.5
    Comida4.5
    Preço/Qualidade4
    Espaço4.5
    O que diz o Cardume... 1 Deixe a sua avaliação.
    Excelente
    Olá!! Sou miúda!! Tão fixe!!
    Pois eu a última vez que lá fui aventurei-me nas pastas. Não é que não estivesse boa, porque estava, mas não enche as medidas da mesma forma que as pizzas. Se calhar porque as pizzas são mesmo boas!
    De sobremesa não resisti ao cheesecake de chocolate (muito parecido, senão igual, ao da Casa Vasco, só que sem morangos).
    O ambiente é excelente.
    A única coisa que não gostei tanto como das outras vezes que lá fui foi o atendimento. Não é que com reserva nos colocaram na pior mesa de todas quando ainda por cima ainda estavam algumas livres?... Para mim não faz sentido. Muito menos não nos terem sugerido que mudássemos de mesa. Tive que ser eu a solicitar. Isso confesso que não "caiu muito bem".
    Dito isto é definitivamente restaurante a experimentar e voltar, várias vezes de preferência. Sem que não é o mais barato de todos mas atendendo à relação preço qualidade, não acho mesmo que seja nada caro. A minha última refeição ficou por €22 por pessoa e com uma garrafa de vinho.
    Recomendo vivamente.
    20 de Novembro de 2015, 14:24
    0
    0
    Deixe a sua avaliação.

    Portarossa | Porto

    Morada: Rua de Corte Real, 289
    Localidade: Porto

    Telefone: 226 175 286
    Horário: Dom a Qui – 12h30 às 15h30 e 19h30 às 00h30 | Sex e Sáb – 12h30 às 15h30 e 19h30 às 01h00
    Aceitam reservas? Sim

    No Zomato
    Portarossa Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato
    Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
    E vocês, já experimentaram o Portarossa, no Porto? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!
    The following two tabs change content below.
    Ana Andrade

    Ana Andrade

    Agridoce, de tempero forte e gargalhada salgada.
    Ana Andrade

    Latest posts by Ana Andrade (see all)

    , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


    Deixar uma resposta