BaixóPito | Porto | Carapaus de Comida

Restaurante

BaixóPito | Porto

6 Jan , 2017   Galeria

Façamos cumprir a tradição de há já alguns anos (embora não sucessivos, porque nem sempre se proporciona): trazemo-vos o estaminé onde jantámos na última noite de 2016, que tem em comum com os outros o facto de ser na Baixa e, normalmente, naquele eixo Picaria/Almada, por uma razão muito simples: o que estamos (sempre) a comemorar é o aniversário da MJ, que calha de ser a 31 de dezembro, e aproveitamos a circunstância para o entrar no ano novo como gosta a natalícia – a ver o fogo de artifício, à meia-noite. Ora eu não gosto de fogo e muito menos de ajuntamentos, pelo que tenho de partilhar (com a meia dúzia de pessoas que, no Porto, não foi para a Baixa no fim de ano, porque as demais sabem-no tão bem como eu) que este ano a coisa chegou a ser assustadora, tal era a quantidade de gente e as ambulâncias a quererem furar com relativa dificuldade e tal. Se tudo correr bem, para o ano, pela primeira vez talvez desde 2009, o programa será outro.

Mas estou a tergiversar, que a malta vem aqui é para ler sobre comes e bebes e não sobre as minhas considerações sobre os festejos portuenses. É sempre um filme arranjar onde sentar entre meia dúzia a uma dúzia de pessoas, naquela noite: há estaminés que estão fechados, há outros que se esticam no preço e há ainda aqueles que só valeriam a pena se ficássemos até depois da meia-noite – e, pelas razões clarificadas supra, isso jamais acontece. Durante um punhado de anos, havia sempre o Chien Qui fume, mas este ano até esse estava fechado (e por tempo indeterminado, esperamos que tudo se resolva).

A MJ, depois de muita pesquisa e algumas visitas, acabou por escolher uma coisa relativamente nova e de que jamais me lembraria, o BaixóPito, na Rua da Picaria – por falar nisso, é impressão minha ou na referida artéria há mais restaurantes do que números de polícia? (Nunca hei de perceber as “tendências”…)

Trata-se de um estaminé de decoração moderna (i.e, industrial-meets-pormenores-com-graça), de serviço descontraído e competente (afinal há tendências de que gosto muito) e especializadíssimo, já que o que ali se come é frango, frango e mais frango. E não me interpretem mal: adoro um bom galináceo, de mil e uma maneiras, tal como gosto muito de especialização (e a posta da semana passada foi exemplo disso), mas nunca entraria num local como o BaixóPito senão para uma refeição rápida; tendo a escolher outro tipo de espaços para um jantar com os amigos. De todo o modo, foi ótimo que não houvesse opção, porque pude conhecer mais uma chafarica, para vos vir contar como foi.

Como éramos dez, tinha-nos sido oferecida a oportunidade de optarmos pela versão-menu, ou seja: por 17,50€ poderíamos escolher uma entrada, um prato principal, uma sobremesa, café e duas bebidas, para além do belo do espumantezinho à meia-noite (de que não desfrutaríamos, já sabemos porquê) – o que me pareceu bem em teoria, mas não achei grande negócio depois de olhar para os preços, já que as entradas e as sobremesas rondam os 2€ e os pratos principais não fogem dos 7€. Mudámos de ideias porque o funcionário que nos atendeu teve a gentileza de alterar o “negócio” e de nos servir as bebidas que nos aprouve (finos e sangria), sem cobrar mais por isso, e porque também percebeu que não estávamos ali propriamente para usufruir de bar aberto.

Começámos então por mandar vir as entradas, que variaram entre o Taco (dois tacos de frango com tomate, cebola e coentros), o Panko (mini burguer de frango), o Panko Vegetariano (cogumelos, cebola e mozarela) e as Asinhas (asas de frango fritas com molho barbecue). Tudo foi bastante gabado (e ferozmente deglutido, porque já eram umas 22h); eu gostei mesmo muito do Panko Vegetariano e creio que daria um ótimo prato principal, se fosse feito em tamanho normal.

Quanto aos pratos principais, foi quase toda a gente no Pito Gostoso (e muito haveria a dizer sobre a nomenclatura, mas não temos tempo), que é basicamente frango assado a que se junta batata frita ou salada; eu e mais dois quisemos antes o BPFC, frango frito com maionese de paprica e citrinos e a bela da batata ou da salada. O funcionário-simpático-e-competente (Rafael de seu nome) trouxe-nos também todos os molhos da casa (e havia de tudo, desde o agridoce ao muito picante), para que pudéssemos prová-los. Mais uma vez, o BaixóPito faz bem aquilo que se propõe fazer: ambos os pratos estavam muito saborosos, o frango frito era quase tão bom como o da Mãezinha e as batatas fritas (aos palitos, com casca) são uma especialidade. É que até a salada, de tomate, cebola e orégãos, é coisa particularmente boa, para além de ser servida num tachinho (como outras entradas) muito mimoso.

Acabámos por estar a um quarto de hora da meia noite e ainda lá dentro, pelo que acabámos por prescindir das sobremesas (que não me entusiasmaram particularmente, e eram só duas ou três), porque havia bolo de aniversário – e pareceu-nos justo, já que havíamos bebido o que nos apeteceu. Ficámos muito agradados pelo facto de, por não podermos ficar para beber a chapanhota da meia-noite com eles, nos terem dado uma garrafa e meia para que pudéssemos brindar na rua – isto porque a MJ nunca falha e trouxera flutes descartáveis de casa -, o que só mostra uma atenção ao cliente que nem todos os estaminés por onde temos passado (mesmo os de gama bem superior) teriam.

Pagámos, portanto, os 17,50€ que eram devidos e viemos satisfeitos: o BaixóPito provou-nos que o preconceito raramente acerta e que foi possível despedirmo-nos muito simpaticamente de 2016 num restaurante que dificilmente teríamos escolhido, se pudéssemos escolher.

BaixóPito | Porto
4 Carapaus
Positivos
  • O serviço.
  • As entradas.
  • As batatas fritas.
  • Negativos
  • Menu pouco diversificado.
  • Poucas sobremesas.
  • Resumo
    No coração da Baixa e no centro da movida portuense, um estaminé baratinho e especializado em frango serve bem e barato. Excelente para uma refeição rápida.
    Serviço4.5
    Comida3.5
    Preço/Qualidade4
    Espaço4

    BaixóPito | Porto

    Morada: Rua da Picaria, 61
    Localidade: Porto

    Telefone: 967 622 625 | 223 192 777
    Horário: Dom a Qui – 12:00 às 15:30 e 19:30 às 24:00 | Sex e Sáb – 12:00 às 15:30 e 19:30 às 01:00
    Aceitam reservas? Sim

    No Zomato
    BaixóPito Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato
    Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
    E vocês, já experimentaram o BaixóPito? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!
    The following two tabs change content below.
    Ana Andrade

    Ana Andrade

    Agridoce, de tempero forte e gargalhada salgada.
    Ana Andrade

    Latest posts by Ana Andrade (see all)

    , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


    Deixar uma resposta