Petiscos

Tapas e Manias | Guimarães

2 Dez , 2016   Galeria

Há já semanas que andávamos a matutar onde iríamos jantar antes do concerto no Pavilhão Multiusos, em Guimarães: sabíamos que teríamos algum tempo, já que o espetáculo estava marcado apenas para as 22h, mas ainda assim não daria para grandes repastos – e, de todo o modo, não prescindiríamos de mais uma oportunidade de jantarmos como deve ser, de preferência num sítio novo.

E foi a JP que, umas largas semanas antes, deu o mote à coisa: tendo estudado em Guimarães e regressando à cidade de quando em vez, aconselhou-me dois estaminés que achava que seriam do meu agrado; vai daí, uns dias antes, decidi-me por um deles, com o acordo da SC e da AC, as outras duas convivas. Escolhemos o Tapas e Manias (ó p’rá maravilha do nome, a remeter para o êxito intemporal de Marco Paulo), por ser um restaurante de petiscos, que achámos que seria exatamente o que nos apeteceria, e marcámos mesa com uns dias de antecedência (o que se aconselha vivamente, dado o espaço ser pequeno e rapidamente ter ficado cheio).

Naquele fim de tarde, chovia copiosa e ininterruptamente, o que dificultou a vida a quem, como eu, não conhece os cantos à cidade; ainda assim, vale dizer que, não sendo possível estacionar-se à porta (o Tapas e Manias fica mesmo no centro histórico, que está interdito à circulação automóvel), não é complicado parar o carro relativamente perto (deixámos os nossos junto ao tribunal) e caminhar o resto da distância.

Uma vez chegados, o espaço diminuto (caberão ali entre 20 e 30 pessoas, no máximo) mas bem aproveitado é a primeira coisa que salta à vista: não passam duas pessoas, simultaneamente, entre as mesas, isso é certo (e sabêmo-lo porque tivemos de aguardar, para não perturbar o serviço às mesas, sempre que pretendemos passar).

Uma vez instaladas, numa mesa para quatro beeeeem longe das portas de madeira e vidro (onde se acumulavam chapéus-de-chuva), fomos atendidas quase de imediato por uma das duas simpáticas funcionárias, a quem pedimos conselho sobre a quantidade de pratinhos a mandar vir: francamente, apetecia-nos um de cada e não se falava mais nisso. A indicação dada ia no sentido de escolhermos seis petiscos – e, de facto, foi o número acertado: claro que comeríamos mais, porque a gula fala sempre mais alto, mas ficámos absolutamente satisfeitas com aqueles e, de qualquer modo, não tínhamos tempo para mais.

Assim, vieram: o Camembert Crocante Com Frutos Silvestres, as Gambas Salteadas em Azeite, Alho e Malagueta, os Cogumelos Salteados com Nozes e Brie, a Alheira de Caça com Ovos de Codorniz, os Ovos Com Chouriço Gratinados e os Ovos Mexidos com Gambas e Cogumelos. Para beber, optámos por Coca-Cola Zero (elas) e uma cerveja Mahou (eu), que era o que havia mais próximo da minha amada Super Bock. Entretanto, foi-nos servido o couvert, que ingerimos com gule, e que era composto por azeite do bom salpicado de orégãos, queijo feta e azeitona miúda saborosíssima, tudo acompanhado de um pão branco tipo regueifa, que não me encantou.

Quanto aos petiscos, que foram chegando sucessivamente (o serviço é exemplar, nesse aspeto: não apenas não vem tudo ao mesmo tempo como nunca ficamos em espera), as nossas opiniões divergiram, embora tenham coincidido entre si. O Camembert, que vinha em forma de rolinho envolto em massa filo e acompanhado por uma belíssima compota de frutos vermelhos, foi bastante aplaudido: trata-se de coisa de confeção simples e sem mistérios, mas raramente falha. As Gambas agradaram-nos bastante mas todas achavam que poderiam estar mais picantezinhas (somos gente de sabores puxadinhos); já os Cogumelos terão sido o que menos nos agradou: estavam cortados demasiado finamente, algo gordurosos e sem grande sabor. A Alheira também era bastante boa (não a melhor que já comemos, mas francamente boa) e, sobretudo, estava muito bem cozinhada e crocante, sem pele; já os ovos de codorniz nada acrescentaram ao prato (e eu adoro ovos!), infelizmente. Gostámos dos Ovos Mexidos com gambas e cogumelos mas nem por isso dos Ovos gratinados: a combinação de sabores é maravilhosa (para além do chouriço, havia grelos) mas estava algo seca, o que se deveria provavelmente à exposição excessiva ao calor do forno.

Quanto às sobremesas, de que não quisemos prescindir, optámos por três itens diferentes, depois de muita hesitação. Eu fui na Delícia de Chocolate com Gelado de Framboesa, que estava bonzinho, mesmo porque se trata de mais uma combinação que raramente falha, para quem, gosta do género: o bolo era de mousse de chocolate e o gelado parecia caseiro. A SC quis o Leite-Creme, depois de se certificar de que era queimado na altura, mas acabou por não correr grande coisa: o creme era rijo e estava frio, em claro contraste com o açúcar acabadinho dever o lume. Quanto à Torta de Guimarães com Gelado de Baunilha, que acabou por ser com o de frutos vermelhos, é um daqueles típicos bolos de massa tenra recheado de uma mistura de ovos e chila e polvilhado com açúcar de pasteleiro – e a junção não agradou por aí além, porque o gelado acabou por ficar quase todo.

No fim, depois dos cafés, a conta, que se quedou pelos 17,70€ (transformados em 18,50€, por nossa vontade) – o que, não sendo caro, também não é propriamente barato, tendo em conta que não bebemos vinho e que não ficámos propriamente deslumbradas pela cozinha. Mas é sítio a visitar, certamente, mesmo porque outros petiscos ficaram por deglutir.

Tapas e Manias | Guimarães
3.8 Carapaus
0 Cardume (0 votos)
Positivos
  • O serviço
  • a localização
  • a luz acolhedora
  • Negativos
  • O leite-creme
  • a falta de espaço
  • Resumo
    Em pleno centro histórico vimanarense, um estaminé de petiscos simpáticos, agradável mesmo em noite fria e chuvosa.
    Serviço4.5
    Comida3.5
    Preço/Qualidade3.5
    Espaço3.5
    O que diz o Cardume... 0 Deixe a sua avaliação.

    Seja o primeiro do Cardume a avaliar este Estaminé!

    Deixe a sua avaliação.

    Tapas e Manias | Guimarães

    Morada: Praça de São Tiago 12
    Localidade: Guimarães

    Telefone: 932 959 888
    Horário: Seg, Qui e Dom – 12h00 às 15h00 e 19h00 às 22h00 | Qua – 19h00 às 22h00 | Sex e Sáb – 12h00 às 15h00 e 19h30 às 23h00
    Aceitam reservas? Sim

    Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
    E vocês, já experimentaram o Tapas e Manias? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!

    The following two tabs change content below.
    Ana Andrade

    Ana Andrade

    Agridoce, de tempero forte e gargalhada salgada.
    Ana Andrade

    Latest posts by Ana Andrade (see all)

    , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


    Deixar uma resposta