Abacate | Food Corner | Porto | Carapaus de Comida

Cozinha Internacional

Abacate | Food Corner | Porto

21 Abr , 2017   Galeria

Tivemos muita sorte com o dia em que escolhemos ir ao Abacate: a Primavera (quase Verão) deu um ar da sua graça ainda no Inverno, e pudemos almoçar na esplanada do Food Corner, edifício onde, mesmo à entrada, se situa este estaminé, recentemente inaugurado, cuja oferta é (quase) toda, adivinharam, à base de um dos produtos-da-moda dos últimos tempos, o abacate.

O Food Corner fica em plena baixa do Porto, no gaveto da Rua do Ateneu Comercial do Porto, entre Sá da Bandeira e Santa Catarina (e perpendicular a Passos Manuel) – ou seja, é ideal para quem trabalha na Baixa (e é o caso da RV e da JSS) ou mesmo para uma refeição rápida antes de um espetáculo, já que fica pertíssimo do Rivoli, do Sá da Bandeira, do Coliseu e do São João. Evidentemente que, com sol, os lugares sentados aumentam muitíssimo, e a esplanada é mesmo um dos principais atrativos do local, apesar dos autocarros que vão saindo da garagem vizinha. E é uma maravilha para ir com grupos de amigos com gostos heterogéneos: ali se come sushi, hambúrgueres gourmet, massas, pizzas e coisas que tais, capazes de agradar a toda a gente.

Mas centremo-nos no Abacate, que foi esse o motivo da nossa visita: à chegada, um balcão em L e dois funcionários estão à nossa espera. A ementa está exposta na parede, bem como a hipótese de, por mais 2€, constituirmos um menu a partir de qualquer prato (bruschettas, club sandwichs e saladas), o que dá direito a uma bebida (sumos, cerveja, etc.), a sopa do dia, batata doce frita ou húmus de abacate e café. Também há smoothies e bowls de frutas (sendo que a RV acabou por pedir um para levar, para o lanche, o que é uma opção simpática.)

Analisada a oferta, eu e a RV (a JSS haveria de chegar mais tarde) optámos mesmo pelo menu e escolhemos duas bruschettas: a Quintal (beringela e courgette salteadas com queijo feta e salsa) para ela e a Fortuna (salmão fumado, requeijão, cebola roxa, pimenta, salsa e molho balsâmico de mostarda) para mim. Para beber, ela foi na laranjada e eu na limonada, sendo que a terceira hipótese era sumo de banana e morango – e nenhum tem açúcar. A RV escolheu o húmus de abacate, eu quis a batata doce, e ambas quisemos a sopa.

Depois de feitas as contas (eu paguei os 8,50€ correspondentes ao preço da bruschetta, acrescido do valor do menu), levámos para fora uma tábua com a sopa e as bebidas e sentámo-nos ao sol, iniciando o repasto enquanto procedíamos à fotossíntese. Entretanto, chegou a JSS, que achou que um menu seria “muita comida” e optou por uma salada e uma limonada, sendo que esta, por não fazer parte do menu, vinha mais generosamente servida. A bowl de salada escolhida foi a Padang, que inclui salmão fumado, tomate, rúcula, alface, mozarela fresca, molho balsâmico de mostarda e croutons de alho.

Acabámos por ser servidas mais ou menos ao mesmo tempo (ou seja, os nossos menus demoraram muitíssimo mais do que a salada da JSS) e a primeira impressão foi unânime: não, um menu não é “muita comida”; não faço ideia se as bruschettas, servidas fora dele, são maiores, mas tal qual as comemos são muito pequenas e, comparadas com a salada (que custa mais 1€) são mesmo uma dose muito pequena. Confesso que não me preocupei muito, porque tinha um treino dali a duas horas e até me convinha não comer muito mas, numa situação normal, ficaria com muita fome a breve trecho, mesmo porque também as batatas são em quantidade modesta.

Em termos de qualidade, nada a dizer: tudo o que comemos estava ótimo, as combinações de sabores são bem conseguidas, os ingredientes fresquíssimos e tudo é preparado no momento. Soube-nos bem e, no fundo, é isso que importa – mas aconselho qualquer estômago mais reivindicativo (como o meu, em situações normais) a pedir mais qualquer coisinha, sob pena de estar esganado de fome pouco tempo depois. De todo o modo, porque o calor já ameaça, admito que numa tarde de sol não apeteça mais do que aquilo.

Eu, pelo sim, pelo não, atirei-me a um Brigadeirão na altura do café: por 1€, comi o único elemento de quantidade janota da tarde – e mesmo muito bom, tanto que me atiraria a outro, se não fosse o treino. A alternativa era Panqueca de Banana e Chocolate (3€), o que não me soa a sobremesa, mas a lanche – mas fiquei curiosa, talvez numa passagem por ali, sem muita fome, a experimente.

De resto, tudo bom, com a salvaguarda das quantidades – o que não nos tolheu (de todo) os bons apetites, está bom de ver.

Abacate | Food Corner | Porto
3.8 Carapaus
0 Cardume (0 votos)
Positivos
  • A esplanada, em dias de sol
  • Os Brigadeirão
  • A frescura dos ingredientes
  • Negativos
  • Relação quantidade/preço
  • Espaço em dias de chuva ou frio
  • Resumo
    O Abacate fica no Food Corner, no coração da Baixa, e é um estaminé muito simpático, com uma série de opções simultaneamente saudáveis e saborosas.
    Serviço4
    Comida4
    Preço/Qualidade3.5
    Espaço3.5
    O que diz o Cardume... 0 Deixe a sua avaliação.

    Seja o primeiro do Cardume a avaliar este Estaminé!

    Deixe a sua avaliação.

    Abacate | Food Corner | Porto

    Morada: Food Corner, Rua Ateneu Comercial do Porto, 8-14
    Localidade: Porto

    Telefone: 939 051 105
    Horário: Seg a Dom – 12:00 às 24:00
    Aceitam reservas? N/A

    No Zomato
    Abacate Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato
    Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
    E vocês, já experimentaram o Abacate? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!
    The following two tabs change content below.
    Ana Andrade

    Ana Andrade

    Agridoce, de tempero forte e gargalhada salgada.
    Ana Andrade

    Latest posts by Ana Andrade (see all)

    , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


    Deixar uma resposta