Tasquinha d'Alice | Bobal, Mondim de Basto | Carapaus de Comida

Comida Portuguesa

Tasquinha d’Alice | Bobal, Mondim de Basto

21 Jul , 2017   Galeria

Creio que seria difícil ter ido parar a este estaminé, sito algures em Mondim de Basto, não fora gente da terra (ou dali de perto, Vila Real) ter ali reservado mesa: iríamos fazer um percurso pelo Trilho das Figas de Ermelo (que eu já conhecia, mas a que é sempre bom regressar) e, porque haveria gente que só se nos juntaria a meio (a primeira parte não é aconselhável a quem, não estiver numa forma física razoável), achou-se por bem repor energias a meio. Assim, começámos em Ermelo e percorremos os cerca de 6kms (sempre a subir) até Varzigueto, onde se nos juntaram os elementos da tarde (sobretudo, pais com crianças – ainda que eu considere que mesmo a segunda parte do percurso não seja propriamente para levar miudagem pequena), que nos deram boleia até à Tasca da Alice, em Bobal (a cerca de 10 minutos, de carro).

Uma vez chegados, e depois de alguns nos perdermos a tirar fotografias aos vários elementos de decoração que revestem o pátio e as paredes, aguardava-nos, numa das duas salas (a primeira, parece ser mais usada como café/petiscaria) uma mesa em L, para 21 adultos e meia dúzia de infantes: o menu havia sido previamente definido e só tivemos de escolher os vinhos, sendo que a maioria optou pelo verde branco (da casa, sem rótulo, e bem aprazível), alguns pelo maduro tinto e uma pequena minoria pelo maduro branco. Também houve, obviamente, lugar a água e refrigerantes para quem os quis (e vínhamos todos sequiosos). De resto, é importante de referir que esta Tasquinha só serve pratos por encomenda (e para grupos a partir de 6 pessoas); se aparecermos sem reservar, há direito a petiscos – e, quanto a mim, ficamos mesmo muito bem servidos, sobretudo com eles.

Depois de sentados, e para fazer companhia ao pão que já nos aguardava (a broa era uma coisa de sonho!), os petiscos começaram a cair-nos à frente: o serviço, muito heterogéneo, era despachado (havia um funcionário bastante cordial, e um outro, mais novo, cuja antipatia e enfado eram flagrantes), e nunca estivemos muito tempo em espera.

Assim, vieram azeitonas negras e carnudas (de que comi infinitamente), pratos com salpicão e presunto (deliciosos), pataniscas de bacalhau (sem salsa nem cebola, que adoro e julgava imprescindíveis – e muito boas, estaladiças e carregadinhas de bacalhau) e pratos de enchidos grelhados (alheira e chouriço de sangue, ambos muitíssimo saborosos e tostadinhos), estes já a acompanhar o prato principal: arroz de feijão e carne de porco em vinha d’alhos.

Estava tudo bom e saboroso, embora nada me tenha marcado de tal forma que me apeteça voltar já para a semana – ainda assim, gostaria de ter provado os pratos mais típicos que a casa oferece, nomeadamente os ossos de assuã ou a vitela maronesa, mas já se sabe que em almoços de grupo desta magnitude nem tudo funciona às mil maravilhas.

A conta saldou-se em 13€ certos, o que só parece excessivo porque os 21 adultos pagaram o almoço das 6 crianças (que são menores, mas também comem, não nos iludamos) – mas comemos muito bem, de tal modo que a caminhada depois do almoço foi bastante mais custosa.

Tasquinha d’Alice | Bobal, Mondim de Basto
4 Carapaus
0 Cardume (0 votos)
Positivos
  • Os elementos decorativos;
  • O presunto;
  • Os enchidos;
  • As pataniscas
  • Negativos
  • Nada a assinalar
  • Resumo
    Esta Tasca não fica propriamente à mão, mas torna-se conveniente para quem vai fazer o trilho das Fisgas do Ermelo e quer repor energias depois.
    Serviço3.5
    Comida4
    Preço/Qualidade4.5
    Espaço4
    O que diz o Cardume... 0 Deixe a sua avaliação.

    Seja o primeiro do Cardume a avaliar este Estaminé!

    Deixe a sua avaliação.

    Tasquinha d’Alice | Bobal, Mondim de Basto

    Morada: Bobal, Mondim de Basto
    Localidade: Vila Real

    Telefone: 255 381 381
    Horário: ND
    Aceitam reservas? Sim

    Não Se Esqueçam de Deixar os Vossos Comentários
    E vocês, já experimentaram a Tasquinha d’Alice? Deixem-nos os vossos comentários no fundo da página. Obrigado!

    The following two tabs change content below.
    Ana Andrade

    Ana Andrade

    Agridoce, de tempero forte e gargalhada salgada.
    Ana Andrade

    Latest posts by Ana Andrade (see all)

    , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


    Deixar uma resposta